quarta-feira, 24 de abril de 2019 7:4621

Tempestade e gramado alagado adiam a final da Libertadores

- Publicidade -

As fortes chuvas em Buenos Aires adiaram a primeira partida da final da Libertadores entre Boca Juniors e River Plate.

O jogo foi reprogramado para este domingo (11), às 17 horas (de Brasília). Mas a previsão do tempo para a capital da Argentina é de chuva até terça (20). O protocolo da Conmebol determina que o adiamento tenha de ser de 24 horas, quando a situação será reavaliada. Não há garantia de que a final do torneio continental vai começar no domingo.

A chuva que começou a castigar Buenos Aires desde as primeiras horas da manhã causou apreensão entre os torcedores que, no começo da tarde, tentavam chegar à Bombonera.

Por volta das 15 horas, nos bares da região esperando a decisão da Conmebol, poucos se aventuravam a entrar no estádio. Ao longo das vias de acesso ao estádio podia-se ver torcedores andando debaixo da chuva, com as camisas do Boca sob as capas de chuva.

Nos bares, os mais cautelosos se sentaram e esperavam a decisão pela TV.

O ônibus do time do Boca Juniors chegou a sair do hotel mas voltou. O do River Plate, sob orientação da sua direção, disse que só sairia do Monumental, onde estavam os jogadores, se houvesse certeza de que o jogo ocorreria.

No meio da tarde, para se aproximar das entradas do estádio, onde já estavam cerca de 20 mil torcedores, era preciso atravessar uma rua inundada. Quem decidia enfrentar o desafio o fazia saltando o que já não eram mais poças, mas ruas com água até a altura da calçada.

Às 16h15 (de Brasília), a menos de duas horas do início da partida, o árbitro chileno Roberto Tobar entrou no campo para avaliar a situação. Permaneceu no local por cinco minutos.

“A bola não quica”, se queixou.

Em seguida, o adiamento foi confirmado, embora já houvesse sido decidido.

Para tentar fazer com que a partida aconteça no domingo, apesar da previsão de chuva, o Boca Juniors, dono do estádio, vai colocar uma lona sobre o gramado de manhã para tentar preservá-lo.

Havia a possibilidade de o jogo ser adiado para quarta (14), mas o presidente Mauricio Macri se opôs porque nesta data será votado o orçamento de 2019 no Congresso Nacional e estão previstos protestos.

As datas das finais da Libertadores foram transformadas em um problema por culpa da AFA (Associação de Futebol Argentino) e da Conmebol. Os jogos seriam realizados, inicialmente, em duas quartas-feiras (7 e 28 de novembro). Mas como dois clubes do mesmo país estavam na disputa e por causa do dinheiro da televisão, as duas entidades forçaram para que os confrontos acontecessem em dois sábados. Boca e River eram contra.
O segundo jogo está previsto para o dia 24, no Monumental de Nuñez.

Últimas Notícias

Santos deixa vantagem de lado e quer nova vitória sobre o Vasco, veja escalação

Após vencer o primeiro duelo por 2 a 0, com gols de Rodrygo e Jean Mota, o Alvinegro Praiano pode empatar, ou até perder por um gol

Vasco da Gama x Santos pela Copa do Brasil, confira a escalação do Gigante

Neste duelo, o Vasco será comandado pela primeira vez pelo técnico Marcos Valadares.

Corinthians recebe Chapecoense por vaga nas oitavas da Copa do Brasil

Alvinegro precisa vencer por dois ou mais gols para avançar na competição

Destaques do Brasileirão: Dudu, do Palmeiras: os dias de fico de um gigante alviverde

Atacante chegou ao Palmeiras em 2015 e acumula títulos e números impressionantes onde considera sua casa

Destaques do Brasileirão: Thiago Heleno, do Athletico-PR: o General

Zagueiro de 30 anos chegou ao Furacão em 2016 e ganhou o apelido de "General". Foi ele quem bateu o pênalti decisivo que garantiu o título da Sul-Americana

Destaques do Brasileirão: Grêmio aposta em Everton Cebolinha, o Rei do Drible

Marcado pela ousadia de suas canetas e arrancadas, Everton é peça-chave no Grêmio que busca seu primeiro Brasileirão desde 1996

Destaques do Brasileirão: Patrick Fabiano, o Habib que quer fazer história no CSA

Com passagem de sucesso pelo Mundo Árabe, Patrick Fabiano quer agora escrever a própria história no futebol brasileiro

Felipe Amorim mira estreia na Série B e reencontro com o Figueirense

O jogador, atualmente no Guarani, disputará pela oitava vez em 2019. No próximo sábado (17), às 16h30, o Bugre recebe o Figueirense

Na Bulgária, Matheus Leoni projeta partida contra equipe de Paulinho, ex-Corinthians

Enquanto o Beroe ocupa a quinta posição da tabela, com 47 pontos somados, o Levski Sofia é o terceiro colocado da liga nacional, com 59

Ex-Flamengo e Vitória, Vander fala sobre futebol da Tailândia

Meia-atacante está em seu terceiro ano no futebol tailandês