quarta-feira, 24 de abril de 2019 7:0426

Alemanha é rebaixada na Liga das Nações com vitória da Holanda sobre França

- Publicidade -

Mesmo afastada das grandes competições ao ver apenas pela TV a Copa do Mundo da Rússia, a Holanda deu uma prova de força nesta sexta-feira (16), em Roterdã. A equipe comandada por Ronald Koeman derrotou a atual campeã do mundo França pelo placar de 2 a 0 e deu passo importante para avançar de fase na Liga das Nações.

De quebra, o resultado favorável ao time laranja rebaixou a Alemanha para a próxima edição do torneio da Uefa.
O resultado conquistado com os gols anotados pelo meio-campista Wijnaldum, do Liverpool, e Memphis Depay, de pênalti no último minuto de partida, deixou os holandeses em situação favorável. Com seis pontos em três rodadas e um compromisso pela frente, a equipe depende apenas de si para ultrapassar a França, que já encerrou participação nesta primeira etapa, e avançar para a etapa final do torneio.

Para deixar também a França para trás, a Holanda precisa só empatar com a Alemanha, na próxima segunda-feira (19), em Gelsenkirchen. No critério de desempate com os campeões mundiais, os holandeses avançam simplesmente pelo saldo de gols no confronto direto com os franceses, que triunfaram por 2 a 1 em Saint-Dennis.

Valorizado ao chegar ao Manchester United há alguns anos, Memphis Depay jamais alcançou o nível esperado na Inglaterra. Hoje diante da França, a exibição relembrou o porquê do status de promessa do camisa 10 holandês. Atuação de alto nível premiada com o gol de pênalti nos acréscimos da etapa final.

O volante N’Zonzi, da Roma, teve a dura missão de substituir Pogba diante da Holanda e acabou decidindo de maneira negativa para os Bleus. N’Zonzi errou o tempo de bola e cortou a bola nos pés de Babel no lance que acabou no gol anotado por Wijnaldum.

O rebaixamento para a o segundo grupo de seleções da Liga das Nações ratifica o péssimo momento vivido pela seleção alemã desde a pífia participação na Copa do Mundo. Em três compromissos, o time tetracampeão mundial somou apenas um ponto -empate sem gols com a França. São cinco gols sofridos e apenas um marcado a um jogo da despedida melancólica no torneio.

O JOGO

Contando com o apoio da torcida no De Kiup, a seleção holandesa desde o início assumiu o papel de protagonista da partida. Com um meio-campo dinâmico e sem uma referência propriamente dita no ataque, a equipe de Ronald Koeman dominou uma França distante daquela campeã do mundo há quase seis meses. Hugo Lloris, antes dos 15min, precisou fazer duas boas defesas em chutes de Wijnaldum e Depay.

A Holanda controlava o ritmo de jogo. Tanto tecnicamente quanto taticamente, a equipe da casa se sobrepunha sobre uma apática seleção francesa. Entretanto, somente após uma falha individual, o placar acabou alterado. Aos 44min, após lançamento para a área, o meio-campista N’Zonzi falhou ao tentar cortar a bola e desviou de cabeça nos pés de Ryan Babel. O atacante holandês finalizou e viu Lloris fazer um milagre, mas Wijnaldum, atento ao rebote, abriu o placar.

O placar parcial não alterou o comportamento holandês. A equipe da casa, que exerceu marcação pressão sobre a defesa rival durante boa parte do duelo, seguiu em ritmo acelerado e só era parada pela ótima atuação de Lloris. Aos 16min, Blind levantou na cabeça de Dumfries, que cabeceou para excelente intervenção do goleiro francês. No rebote, o capitão evitou novamente o segundo gol rival.

A Holanda manteve a postura agressiva até o fim e acabou recompensada. De tanto insistir, o time da casa chegou ao segundo gol e deu uma maior justiça ao confronto. De Jong foi derrubado dentro da área, e Depay, grande destaque da partida, cobrou a penalidade com cavadinha para superar Lloris e decretar o resultado final.

Estádio: De Kuip, em Roterdã (Holanda)
Juiz: Anthony Taylor (ING)
Cartões amarelos: Wijnaldum (H); Kanté e Digne (F)
Gols: Wijnaldum, aos 44min do 1º tempo, e Memphis Depay, aos 48min do 2º tempo

HOLANDA
Cillessen; Dumfries, De Ligt, Van Dijk e Blind; De Jong, De Roon e Wijnaldum; Bergwijn (Promes), Memphis Depay e Babel. T.: Ronald Koeman.

FRANÇA
Lloris; Pavard, Varane, Kimpembe e Digne; Kanté e N’Zonzi (Ndombele); Mbappé, Griezmann e Matuidi (Sissoko); Giroud (Dembélé). T.: Didier Deschamps.

Últimas Notícias

Santos deixa vantagem de lado e quer nova vitória sobre o Vasco, veja escalação

Após vencer o primeiro duelo por 2 a 0, com gols de Rodrygo e Jean Mota, o Alvinegro Praiano pode empatar, ou até perder por um gol

Vasco da Gama x Santos pela Copa do Brasil, confira a escalação do Gigante

Neste duelo, o Vasco será comandado pela primeira vez pelo técnico Marcos Valadares.

Corinthians recebe Chapecoense por vaga nas oitavas da Copa do Brasil

Alvinegro precisa vencer por dois ou mais gols para avançar na competição

Destaques do Brasileirão: Dudu, do Palmeiras: os dias de fico de um gigante alviverde

Atacante chegou ao Palmeiras em 2015 e acumula títulos e números impressionantes onde considera sua casa

Destaques do Brasileirão: Thiago Heleno, do Athletico-PR: o General

Zagueiro de 30 anos chegou ao Furacão em 2016 e ganhou o apelido de "General". Foi ele quem bateu o pênalti decisivo que garantiu o título da Sul-Americana

Destaques do Brasileirão: Grêmio aposta em Everton Cebolinha, o Rei do Drible

Marcado pela ousadia de suas canetas e arrancadas, Everton é peça-chave no Grêmio que busca seu primeiro Brasileirão desde 1996

Destaques do Brasileirão: Patrick Fabiano, o Habib que quer fazer história no CSA

Com passagem de sucesso pelo Mundo Árabe, Patrick Fabiano quer agora escrever a própria história no futebol brasileiro

Felipe Amorim mira estreia na Série B e reencontro com o Figueirense

O jogador, atualmente no Guarani, disputará pela oitava vez em 2019. No próximo sábado (17), às 16h30, o Bugre recebe o Figueirense

Na Bulgária, Matheus Leoni projeta partida contra equipe de Paulinho, ex-Corinthians

Enquanto o Beroe ocupa a quinta posição da tabela, com 47 pontos somados, o Levski Sofia é o terceiro colocado da liga nacional, com 59

Ex-Flamengo e Vitória, Vander fala sobre futebol da Tailândia

Meia-atacante está em seu terceiro ano no futebol tailandês